News

Escrito por Lisi Moraes - 14 Setembro 2015 Já falamos aqui">

Já falamos aqui sobre a exposição Joan Miró que está e no Brasil e recentemente chegou à Florianópolis, onde fomos conhecer de perto o trabalho do artista. Projetada pela Fundação Miró, a mostra trata-se de um recorte abrangente de obras que perpassam a carreira do artista espanhol, praticamente desde 1930 até os anos 80. Mais do que uma retrospectiva surpreendente sobre a carreira do artista, Joan Miró - A força da matéria, é também um espaço dedicado a pensar diferentes abordagens sobre a produção do artista. A realização da exposição aconteceu através de um esforço conjunto entre o Instituto Tomie Ohtake e o Museu de Arte de Santa Catarina, onde as obras estão expostas.

A obra de Joan Miró coloca em questão um aspecto tão determinante quanto discreto na história da arte moderna: a espontaneidade. 


Joan Mir 7

 

O curador do Instituto Tomie Ohtake, Paulo Miranda descreve o espontâneo como aquilo que é feito sem premeditação, sem ponderação sobre suas consequências, e que surpreende sobretudo aquele que acabou de fazê-lo. "Trata-se de um delicado aspecto dos processos criativos, pois procurá-los propositalmente pode ser uma ótima maneira de eliminar as chances de encontrá-lo. Ou, o que seria ainda pior, pode resultar em atitudes ensaiadas, que facilmente se revelam com o que são, cínica dissimulação", define. E esta foi a aposta de Miró: usar a espontaneidade na arte.
 

Joan Mir 3

 

Miró foi influenciado por seus amigos poetas, que se deixavam inspirar por palavras escolhidas ao acaso. Foi assim que, em meados dos anos 20, ele começou a fazer experiências com suportes pouco usuais na prática artística. Foi assim que os experimentos o convenceram da necessidade de ultrapassar os limites da pintura convencional. O espanhol começou então a trabalhar todo tipo de superfície e a usar diversos procedimentos, embora nunca tenha abandonado a pintura. No período da guerra ele utilizava o papel e com desenhos retratava a tragédia, usando signos e explorando ao máximo as possibilidades que tinha em mãos. 

 

Joan Mir 5Joan Mir 6
 

 

O artista não parou por aí, durante toda sua vida seguiu ampliando seu vocabulário de signos, com o objetivo de expressar imagens reais. Assim, criou obras mais poéticas sobre a tela, exigindo maior reflexão por parte do público. Joan Miró tinha 80 anos quando o Grand Palais, de Paris, dedicou a ele uma grande exposição retrospectiva. Mesmo com a idade avançada ele fez questão de aproveitar a mostra para expor um número significativo de novas obras. O visitante pode ter uma noção da intensa produção de Miró ao visitar A força da matéria.

A exposição permanece no Museu de Arte de Santa Catarina até o dia 15 de novembro e a visitação é de terça a sábado das 10h às 20h30 e aos domingos e feriados das 10h às 19h30. É recomendável a retirada de senhas para a visitação, a partir das 9h30, 12h30 e 16h30. Grupos podem agendar a visitação com o acompanhamento de guias. Mais do que visitar uma exposição, você vai se deslumbrar com a arte de Joan Miró. Aproveite!

 

Joan Mir 4

Joan Mir 1

 

Fonte: Museu de Arte de Santa Catarina
Fotos: Lisi Moraes
GAUDI Capa

A mostra ficará aberta de 27 de agosto a 30 de outubro no Museu de Arte de Santa Catarina (MASC).

FORAORDEM CAPA

A mostra apresenta 137 trabalhos entre pinturas, esculturas, vídeos, instalações, desenhos e gravuras quase todos inéditos no Brasil. Estará em cartaz até dia 26 de setembro na Pinacoteca em São Paulo.

MFM CAPA

Nesse ano o evento acontece em junho e julho e conta com a mostra do fotógrafo britânico Martin Parr, a maior já realizada na América do Sul.

VIRADACULTURAL CAPA

A 12ª edição do evento acontece entre os dias 20, 21 e 22 de maio.

Junte-se a outros profissionais criativos e empresas. Cadastre-se grátis!